Efeitos gráficos com Python, Tkinter, Cython e Numba

Ontem, sábado, fiquei com vontade de criar um efeito de flamas (fogo) em Python. Este efeito era bem popular no início dos anos 90. Eu lembrava que o algoritmo era bem simples, mas tinha uns truques a fazer com a paleta de cores. Achei este artigo com a implementação em C: https://lodev.org/cgtutor/fire.html Do mesmo artigo, podemos ter uma ideia de como fica o efeito: Depois de ler o artigo e ver uns vídeos no Youtube, vi-me com dois problemas:
Ler mais →

Consultas do Telegram - Questões interessantes

Semana passada tive a oportunidade de ver 3 questões interessantes a discutir nos grupos do Telegram, mas que a explicação seria grande demais para apresentar em um chat. Por que True, True, True == (True, True, True) retorna True, True, False? Por que -2 * 5 // 3 + 1 retorna -3? Como adicionar tempos em Python? Por que True, True, True == (True, True, True) retorna True, True, False?
Ler mais →

Um bot para Telegram com o Jogo da Velha.

Este post é uma reedição do artigo publicado na Revista Portugal a Programar número 55 de março de 2017, páginas 26 a 34. Eu um mundo com tantos aplicativos de chat instantâneo, o Telegram se destaca pela rica API que disponibiliza para criação de bots. Os bots são pequenos programas que podem interagir com os usuários e prestar serviços, como executar comandos, gerenciar arquivos ou imagens e até mesmo propor jogos!
Ler mais →

Migrando o servidor de chat para Python 3.6

Na época do lançamento do Python 3.4, eu estava tão contente com a integração do Asyncio que escrevi um servidor de chat aqui. O tempo passou e novas versões do Python foram lançadas. Resolvi então migrar o servidor para Python 3.6. Uma das grandes mudanças que ocorreram no Python 3.5, foi o suporte a async e await para substituir @asyncio.corroutine e yield from respectivamente. Esta pequena mudança por si só já facilita em muito a leitura do código, que ficou mais leve.
Ler mais →

Consultas via Telegram

Seria legal se profissionais de informática dessem consultas como médicos ou advogados, mas algo nos impede de cobrar por tudo e esse desejo ou intenção de compartilhar ideias nos consome. Eu participo de vários grupos de Telegram, principalmente sobre Python, um deles é o PyCoding e o outro é o pybr. Normalmente eu leio os grupos quando estou usando meu celular, então nem sempre é possível ajudar com as dúvidas, mas vou tentar separar um pouco de tempo para explorar algumas ideias aqui e lá.
Ler mais →

Uso de UUIDs como chave primária com Django e Postgres

Por default, o Django cria chaves primárias do tipo inteiro (32 bits) quando usado com o banco PostgreSQL. Estes campos são incrementados automaticamente e funcionam perfeitamente bem em ambiente local. Um problema que aparece quando você cria uma API é o fato de seus ids sequenciais e numéricos exporem detalhes de sua base de dados. Imagine que seu cliente tem o id 1, ele pode imaginar (e com razão) que é seu primeiro cliente.
Ler mais →

Convertendo um jogo escrito em Basic para Python - Parte III

Nesta terceira parte, temos os seguintes objetivos: Limpar as classes Vários aviões Múltiplos tiros. Generalizar os objetos do jogo em uma super classe Exibir um placar Atribuir teclas para atirar e jogar de novo ou sair Na versão da Parte II, as classes tem muito código repetido. Analisando cada uma delas, podemos chegar a conclusão de um comportamento comum quanto a forma de desenhar e atualizar os objetos. Um método para retirar o objeto do jogo também é utilizado.
Ler mais →

Convertendo um jogo escrito em Basic para Python - Parte II

Neste segundo post, vamos melhorar nosso jogo. Embora a nova versão rode em Python, ainda está muito anos 80. A primeira coisa a corrigir é a animação. Como estamos usando um sistema de coordenadas de 280 por 192 pontos para simular as coordenadas do Apple, multiplicamos cada coordenada por 4 na hora de desenhar. Para deixar parecido com o Apple, eu reduzi o número de frames a 8 frames por segundo.
Ler mais →

Convertendo um jogo escrito em Basic para Python - Parte I

A nostalgia dos computadores da década de 80 é algo que nunca parei de ter. Quando criança, tive a sorte de utilizar vários computadores de 8-bits, como ZX-81, ZX-Spectrum, Apple II e MSX, ou melhor, seus clones nacionais (TK-85, TK-90X, TK2000), uma vez que o Brasil vivia a época da Reserva do Mercado de Informática. Numa época que não havia Internet, nós passávamos o tempo a digitar programas. Uma série de livros sobre programação de jogos foi editada pela editora Lutécia no Brasil, mas os originais americanos foram liberados pela Usborne.
Ler mais →

Servidor de Chat com websockets e asyncio

Já é hora de escrever sobre um projeto mais completo. Aproveito para mostrar o módulo websockets para Python 3.4 que funciona muito bem com asyncio. Para não ter problemas de interface, eu resolvi escrever o cliente do chat em JavaScript. O cliente de exemplo foi baixado daqui. Como quase sempre, os exemplos são muito simples e nos deixam com água na boca sobre o que poderíamos realmente fazer. Quem já tentou escrever um chat em JavaScript sabe que WebSockets são uma mão na roda.
Ler mais →

Asyncio - Lendo o teclado

Continuando a série sobre o módulo asyncio do Python 3.4, vamos ver como criar um jogo simples, em modo texto. O objetivo do jogo é simplesmente mostrar um labirinto e deixar o jogador se mover utilizando o teclado numérico (4 - esquerda, 6 - direita, 8 - cima, 2 - baixo e S para sair). Para exercitar nossos músculos da época do DOS com programação assíncrona, vamos exibir o relógio na última linha.
Ler mais →

Asyncio e corotinas

Continuando a série sobre o módulo asyncio do Python 3.4, vou apresentar as corotinas e como elas simplificam a escrita de nossos programas com o loop de eventos. Com a saída do Python 3.4, eu atualizei o livro de Introdução à Programação com Python. Alguns assuntos fogem ao escopo do livro que é destinado a iniciantes. Eu estou continuando uma série de posts curtos sobre alguns tópicos que acho interessantes e quem sabe até podem virar base para um novo livro.
Ler mais →

Python asyncio - Métodos assíncronos em Python

Com a saída do Python 3.4, eu atualizei o livro de Introdução à Programação com Python. Alguns assuntos fogem ao escopo do livro que é destinado a iniciantes. Eu vou começar a escrever uma série de posts curtos sobre alguns tópicos que acho interessantes e quem sabe até podem virar base para um novo livro. Uma das novidades do Python 3.4 é o módulo asyncio que traz várias rotinas para chamada de métodos assíncronos em Python.
Ler mais →
banner com link para a página sobre o livro de Introdução à Programação com Python na Amazon.com.br